Make your own free website on Tripod.com

                Maria está chorando       

 

        Centenas de aparições duvidosas têm sido noticiadas no mundo inteiro como se fossem de Maria, a santa mãe de Jesus na carne. Essas aparições: 1) São apenas ilusões arquitetadas por mentes doentias ou fanáticas, ou mesmo pela "santa madre ", a fim de angariar mais dinheiro com peregrinações e cultos idolátricos. 2) São obra de Satanás, que segundo 2 Coríntios 11.14, se transforma em anjo de luz a fim de enganar os tolos.

        Quem morre não aparece, não se manifesta e muito menos se comunica com alguém, em parte alguma. Maria morreu, virou pó, o espírito está no céu, perto de Deus, aguardando a ressurreição dos mortos, quando será glorificada junto com todos os verdadeiros cristãos, uma vez que foi uma cristã humilde e santa e faz parte da Igreja Triunfante. E quando digo Igreja Triunfante não me refiro à "santa madre", mas à Igreja Invisível, a verdadeira Igreja do Senhor Jesus Cristo.

        Se Maria pudesse realmente aparecer e se manifestar, sem dúvida alguma seria para chorar muito. E por que será que Maria iria chorar tanto? Ela iria chorar por muitos motivos e vamos tentar explicar alguns deles.

        Maria deveria chorar porque os cristãos nominais não obedecem à Palavra de Deus, exatamente como deveriam obedecer. Mesmo porque ela deu um único mandamento para os cristãos em João 2.5: "Fazei tudo o que Ele (Jesus) vos mandar".

        Maria iria chorar porque as pessoas no mundo inteiro vivem se curvando diante de suas imagens e estátuas e como Maria conhecia bem a Bíblia, ela sabe que o segundo mandamento (que a "santa madre" retirou do catecismo) proíbe terminantemente qualquer tipo de adoração e fabricação de ídolos e a "santa madre" transformou a santa mãe num ídolo.

        Ela iria chorar muito porque se confessou "pecadora necessitada de um Salvador" em Lucas 2.47 e a "santa madre" inventou que ela nasceu imaculada, negando a verdade bíblica que afirma que "todos pecaram e carecem da glória de Deus" (Romanos 3:23) e que só Jesus nasceu sem pecado, por ter sido concebido pelo Espírito Santo, mesmo porque ele é Deus.

        Maria se desmancharia em lágrimas porque, além de carregá-la num andor, coisa importada do paganismo babilônico, em que a deusa Ishtar era carregada da Babilônia para o Egito, as pessoas lhe dão muitos nomes, adoram-na como se ela fosse uma deusa pagã e a rainha dos céus, condenada pela Bíblia em Jeremias 7.18 e outros.

        Maria inundaria todo o seu manto de lágrimas porque as pessoas lhe dirigem orações, achando que ela é mediadora entre Deus e os homens, quando a Bíblia diz que existe apenas um Mediador: Cristo Jesus, homem, em 1 Timóteo 2.5. Como poderia a pobre Maria, exilada no céu, até o Dia do Juízo, ouvir orações de quase um bilhão de ignorantes, em todas as línguas e dialetos, em todos os minutos do dia e da noite, se ela não é Deus e só Deus é onipresente e onipotente?

        Maria choraria demais, porque tendo sido uma simples e pura mulher do povo, foi incorporada às deusas pagãs Semiramis, Isis, Isthar, Astarte, Diana, e muitas outras, porque a "santa madre" adaptou as gravuras e estátuas antigas dessas deusas, a fim de que fossem veneradas e lhe trouxessem uma fábula de dinheiro da parte dos ignorantes da Palavra de Deus.

        Maria choraria muito porque ela sabe que não pode ser venerada como deusa, nem agir como mediadora, nem ser rainha dos céus, nem ser mãe da Igreja, nem fazer milagres, enganando incontáveis milhões de pessoas ignorantes, que assim a consideram. Ela então iria pedir chorando que as pessoas que a amam cumprissem os mandamentos de Deus e acatassem as verdades do Sermão do Monte, que seu Filho Jesus pregou para melhorar o mundo.

        Ela pediria que todos lessem a Palavra Santa, Infalível e Eterna, que é a Bíblia, porque as tradições mentem, os livros adicionais mentem, os magistérios mentem, pois são todos organizados a partir de homens pecadores e fraudulentos, enquanto a Palavra de Deus, que é mais cortante do que espada de dois gumes, é a única realmente perfeita e digna de ser obedecida.

 

Mary Schultze

Pesquisadora de Religião

ex-católica

Home